Crédito automóvel para imigrantes: o que é necessário?

crédito automóvel imigrantes

Nos últimos anos temos assistido a uma enorme vaga de imigração em Portugal, principalmente de pessoas provenientes do Brasil. A busca por melhores condições de vida e mais segurança estão na base das motivações dos milhares de cidadãos que decidiram abandonar a sua terra natal e rumar a terras lusas.

Naturalmente, estes imigrantes pretendem aceder a todas as comodidades básicas que qualquer pessoa tem direito. A mobilidade individual é um exemplo prático disso mesmo: por muito que a rede de transportes públicos esteja a melhorar, ainda não é suficiente para colmatar na totalidade a ausência de carro próprio.

Com isto em mente, é comum os imigrantes sentirem a necessidade de adquirir um automóvel que sirva os seus propósitos. Contudo, a realização deste sonho esbarra, não raras vezes, na falta de meios imediatos para o fazer… Assim, a solução passa pelo recurso ao crédito automóvel. Mas será isso possível?

Os imigrantes conseguem contratar um crédito automóvel…

Até há bem pouco tempo, apenas os portugueses tinham acesso ao crédito automóvel. A maioria das entidades financeiras não queria assumir qualquer tipo de risco, então simplesmente optavam por uma abordagem altamente conservadora. Felizmente, hoje podemos dizer que o campo dos financiamentos acompanhou a evolução da sociedade atual e conseguiu adaptar-se à mesma, tornando possível que um imigrante consiga aceder a um financiamento automóvel. Claro que, para isso, é necessário cumprir requisitos semelhantes aos de qualquer cidadão nacional, no que diz respeito às condições de acesso e documentação necessária.

Documentos necessários num crédito automóvel por imigrantes

Dado que a maioria dos imigrantes, à partida, não possui Cartão de Cidadão nacional, as financeiras começaram a aceitar a autorização de residência em detrimento dele; como complemento, pode ser solicitado o passaporte. De forma a comprovar a situação profissional, os interessados terão de apresentar os três últimos recibos de vencimento ou a declaração de IRS do ano anterior, assim como morada, contacto e conta bancária nacionais. O processo é sempre sujeito a análise, naturalmente.

Poderá ter interesse:  Vai comprar um carro usado? Como obter um crédito automóvel

Outros aspetos a ter em conta

À semelhança do que acontece em qualquer crédito, há determinados fatores que influenciam positivamente a resposta.

Se a proposta tiver dois proponentes será mais facilmente aprovada, principalmente se um deles for cidadão português; do mesmo modo, a existência de um avalista diminui o risco, e as entidades financeiras normalmente veem isso com bons olhos. Estar há muitos anos no país e ter um bom histórico bancário também são fatores abonatórios. 

Porém, nada disto importa se o cálculo da taxa de esforço devolver um valor acima de 50%, por isso convém fazer escolhas racionais e dentro das possibilidades existentes.

Atualmente, a maioria dos stands trabalha com financeiras que aceitam fazer créditos a cidadãos estrangeiros. Por esse motivo, não é preciso andar a bater a muitas portas: selecione a viatura que pretende, através de sites como o Standvirtual, e todo o restante processo fica a cargo do stand escolhido; dessa forma, evita chatices e perdas de tempo com entrega de papelada, pois terá quem trate disso por si.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *