Juntar todos os Créditos num só. Tem algum custo?

Custos com o Crédito consolidado

A consolidação de créditos é uma alternativa que pode ajudá-lo a evitar entrar em situação de sobreendividamento. Ideal para quem tem diversos créditos e pretende usufruir de  mensalidades mais acessíveis de modo a não entrar em incumprimento.

O Crédito consolidado permitir-lhe-á juntar todos os seus créditos num só, gerir mais facilmente as suas dívidas, e pagá-las com muito maior facilidade. Em muitos casos a consolidação dos seus créditos pode ajudá-lo a poupar até 50%, o que poderá fazer toda a diferença nas suas finanças pessoais.

O crédito consolidado é, em muitos casos, uma excelente ideia, e pode facilmente ajudá-la a não entrar para a lista negra do Banco de Portugal. No entanto, é importante estar consciente de possíveis desvantagens, como é o caso de determinadas despesas que poderá vir a ter com a consolidação dos seus créditos.

Custos da consolidação dos créditos

Antes de mais, é importante saber que, consolidar créditos, não significa, necessariamente pagar menos pelo seu empréstimo. Em muitos casos, o valor final dos mesmos poderá mesmo aumentar depois da consolidação dos créditos. Isto pode acontecer caso a nova taxa de juro contratada seja mais elevada, ou se alargar muito o prazo de pagamento dos créditos.

O crédito consolidado permite-lhe reduzir as suas mensalidades pelo simples facto de que tem mais tempo para pagar o empréstimo. Ou seja, o prazo é alargado. No entanto, a longo prazo acabará por pagar mais. Se não pretende que isto aconteça, então o crédito consolidado não é a melhor opção para si. 

Despesas contratuais

Ao consolidar os seus créditos estará, também, a celebrar um novo contrato, e esse costuma ter alguns custos associados. Entre esses custos encontram-se os emolumentos e o imposto de selo. 
Terá também de amortizar os créditos que consolidar e pagar possíveis penalizações. No crédito habitação, por exemplo, poderá ter de pagar até 0,5% do valor amortizado. Caso a taxa seja fixa, esse valor será de 2%.

Poderá ter interesse:  A pensar em Juntar os Créditos? Veja primeiro estas 3 soluções

No que toca  a créditos ao consumo celebrados antes de 2009, o valor que terá de pagar será aquele que estiver estipulado no seu contrato. Caso tenha contratado o seu crédito antes de 2009, não terá de pagar qualquer penalização caso a taxa seja variável. Se for fixa, a penalização é de 0,5% do valor amortizado. Todos estes valores representam valores máximos, de acordo com as regras do Banco de Portugal. Ou seja, os bancos não poderão cobrar-lhe mais do que os valores aqui descritos.

Não deverá deixar de consultar directamente o seu banco antes de tomar qualquer decisão, de modo a saber exactamente tudo aquilo que precisa para consolidar o seu crédito e quanto poderá exactamente ter de pagar. Deverá levar todas estas despesas em consideração antes de decidir se valerá realmente a pena consolidar os seus créditos. 

2 comentários em “Juntar todos os Créditos num só. Tem algum custo?

  1. Carlos Leonel Araujo Moreira da Silva Silva Responder

    bom dia preciso da vossa ajuda a juntar todos os creditos .obrigado pela atenção dispensada. Aguardo contacto…..

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *