Reduzir mensalidades do Crédito com o Crédito Consolidado

Crédito consolidado

O crédito consolidado é um produto financeiro particularmente popular pela possibilidade de lhe permitir poupar quantias significativas no final do mês. Se sente dificuldade em pagar as mensalidades dos diversos créditos que contratou e acredita que existe o risco de entrar em incumprimento, o crédito consolidado pode representar uma boa forma de contornar esse obstáculo e recuperar a sua estabilidade financeira. É importante estar consciente de que o crédito consolidado não tornará os seus créditos necessariamente mais baratos a longo prazo. Aliás, é bem provável que no final acabe por pagar mais. Portanto, quem recorre a um crédito consolidado costuma estar mais focado na oportunidade de poupar a curto prazo, o que poderá também dar-lhe a oportunidade de colocar mais dinheiro de parte e amortizar mais rapidamente o seu crédito.

Como o Crédito Consolidado pode ajudá-lo a poupar

Ao consolidar os seus créditos estará, na prática, a contratar um novo crédito. E com esse novo contrato vêm, também, novas condições, frequentemente mais vantajosas do que as anteriores. Essa possibilidade de poupança é-lhe proporcionada como resultado de dois factores principais:

Aumento do prazo

Aqui referimo-nos ao prazo que irá demorar para pagar totalmente os seus créditos. É comum o contrato de consolidação de créditos envolver prazos mais alargados do que os anteriores. Isto acontece porque o crédito consolidado costuma ter como objectivo principal reduzir as prestações mensais, e a forma mais simples e viável de atingir esse objectivo é através da extensão do prazo para a amortização total dos seus empréstimos. Isto permitir-lhe-á reduzir consideravelmente o valor mensal a pagar pelos seus créditos, uma vez que terá mais tempo para liquidar a dívida. 

Taxas de juro mais baixas

As taxas de juro dos créditos consolidados tendem a ser consideravelmente mais baixas do que as de outros produtos financeiros. A redução das taxas pode revelar-se particularmente expressiva caso tenha muitos créditos de curto prazo. Mas independentemente dos créditos que tentar consolidar, conseguirá quase sempre ter acesso a taxas de juro mais apelativas, o que lhe permitirá poupar quantias consideráveis no final de cada mês. 

Poderá ter interesse:  Devo Consolidar ou Renegociar o Crédito? Conheça as diferenças

Nos cenários mais optimistas, é possível desfrutar de reduções entre 60% e 70% nas suas prestações mensais. Poderá utilizar o dinheiro extra que lhe restará ao final do mês para amortizar o seu crédito antes do prazo acordado. Portanto, para além de poupar mensalmente, poderá também usar algum desse capital adicional para liquidar parte da sua dívida, podendo assim acabar também por vir a pagar menos a longo prazo.

Cuidados a ter

Antes de recorrer a um crédito consolidado é importante entender que este proporciona-lhe uma oportunidade de poupança, mas cabe-lhe a si aproveitar essa oportunidade. O crédito consolidado, só por si, não lhe garantirá maior estabilidade financeira. A consolidação de créditos pode tornar-se arriscada para muitas pessoas pelo simples facto de que cria novas oportunidades de consumo. Não só permite-lhe contratar créditos adicionais, o que é um erro que muitas pessoas cometem, como também o deixa com mais dinheiro ao final do mês, dinheiro esse que frequentemente é gasto irresponsavelmente em vez de poupado. Portanto, se recorrer a um crédito consolidado por receio de entrar em sobreendividamento, seja responsável e utilize o capital adicional que terá ao fim do mês de forma sensata. 

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *